segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Irene Lisboa



Irene do Céu Vieira Lisboa (Casal da Murzinheira, Arruda dos Vinhos, 25 de dezembro de 1892 – Lisboa, 25 de novembro de 1958), foi uma escritora, professora e pedagoga portuguesa.

Formou-se pela Escola Normal Primária de Lisboa, depois continuou os estudos na Suíça, França e Bélgica onde se especializou em Ciências de Educação, o que a habilitou a escrever várias obras sobre assuntos pedagógicos. Durante a estadia em Genebra, mercê de uma bolsa do Instituto de Alta Cultura, teve a oportunidade de conhecer Jean Piaget e Édouard Claparède, com quem estudou no Instituto Jean-Jacques Rousseau.

Irene Lisboa dedicou-se por completo à produção literária e às publicações pedagógicas. No entanto não foi livre na expressão dos seus pensamentos. «Restavam-lhe a imprensa, o livro, a conferência. Grande parte das suas intervenções tem, precisamente, esses suportes, mas convém não esquecer que o controlo censório exercido pela ditadura salazarista sobre a expressão pública do pensamento não lhe permitiu certamente a transmissão das suas opiniões com toda a claridade.

Poesia
Um dia e outro dia… – Diário de uma mulher, (sob o pseudónimo de João Falco),1936, Seara Nova, Lisboa; reeditados em Poesia – I, 1991, Editorial Presença – Obras de Irene Lisboa, vol. I, prefácio e notas de Paula Morão.
Outono havias de vir latente triste, (sob o pseudónimo de João Falco),1937, Seara Nova, Lisboa, reeditados em Poesia - I, 1991, Editorial Presença – Obras de Irene Lisboa, vol. I, prefácio e notas de Paula Morão.
Folhas Volantes, (sob o pseudónimo de João Falco),1940, Seara Nova, Colecção À Pena nº 2.

Antologias
Folhas soltas da „Seara Nova" – 1929/1955, Imprensa Nacional, Casa da Moeda,1986, Lisboa, prefácio e notas de Paula Morão.

Poesia – I,1991, Editorial Presença – Obras de Irene Lisboa, vol. I, prefácio e notas de Paula Morão, contém: Versos amargos, inéditos durante a vida de autora.


Prosa
Novelas

Começa uma Vida, (sob o pseudónimo de João Falco), Seara Nova, 1940, Lisboa; 2ªed.: 1993, Editorial Presença – Obras de Irene Lisboa, vol. III, prefácio de Paula Morão.
Voltar atrás para Quê?,s/d (1956), Livraria Bertrand; 2ªed: s/d, Editores Associados – col. Livros Unibolso, Lisboa; 3ªed.: 1994, Eitorial Presença – Obras de Irene Lisboa, vol.IV, prefácio e notas de Paula Morão.
Título Qualquer Serve para Novelas e Noveletas,1958, Portugália Editora, Lisboa; 2ªed.: 1998, Editorial Presença – Obras de Irene Lisboa, vol. IX, prefácio e notas de Paula Morão.

Literatura infantil (contos)
Treze Contarelos Que Irene Escreveu e Ilda Ilustrou, s/d (1926), ed. da autora, Lisboa.

Uma mão cheia de nada outra de coisa nenhuma, 1955, Portugália Editora, Lisboa; 2ªed: 1977, Livraria Figueirinhas, Porto; reimpressões em 1975, 1978, 1980, 1982, 1984; 3ªed.: 1993, Editorial Presença – Col. À Descoberta, prefácio e notas de Paula Morão; ilustrações de Pitum Keil do Amaral.
Queres ouvir? Eu conto - Histórias para maiores e mais pequenos se entreterem, 1958, Portugália Editora, Lisboa; 2ªed.: s/d, Livraria Figueirinhas, Porto, reimpressa em 1977; 3ªed.: 1993, Editorial Presença – Col. À Descoberta, prefácio e notas de Paula Morão.

Diários
Solidão – Notas do Punho de uma Mulher, (sob o pseudónimo de João Falco), 1939, Seara Nova, Lisboa; 2ªed.: 1966, Portugália Editora; 3ªed.: 1973, Círculo de Leitores; 4ªed.: 1992, Editorial Presença – Obras de Irene Lisboa, vol. II, prefácio e notas de Paula Morão.
Apontamentos, 1943, ed. da autora; 2ª ed.: 1998, Editorial Presença – Obras de Irene Lisboa, vol.VIII, prefácio e notas de Paula Morão.
Solidão - II, s/d (1966), Portugália Editora, Lisboa; 2ªed.: 1999, Editorial Presença – Obras de Irene Lisboa, vol. X, prefácio e notas de Paula Morão.

Crónicas
Idem, (sob o pseudónimo de João Falco), 1940, ed. da autora, Lisboa.
Lisboa e quem cá Vive, (sob o pseudónimo de João Falco), 1940, Seara Nova, Colecção À Pena n°1-3.
Esta Cidade!, (crónica lisboeta), (sob o pseudónimo de João Falco), 1942, ed. da autora, Lisboa, 2ªed.: 1995, Editorial Presença – Obras de Irene Lisboa, vol.V, prefácio e notas de Paula Morão.
O Pouco e o Muito – Crónica Urbana, s/d (1956), ed. da autora; 2ªed.:1997, Editorial Presença – Obras de Irene Lisboa, vol.VII, prefácio e notas de Paula Morão.
Crónicas da Serra, s/d (1958), Livraria Bertrand, Lisboa; 2ªed.: 1997, Editorial Presença – Obras de Irene Lisboa, vol.VI, prefácio e notas de Paula Morão.

Obra pedagógica
Irene do Céu Vieira Lisboa, "Critica à actividade da «Maison dês Petits» anexa ao Instituto Jean- Jacques Rosseau", "Relatório sobre as escolas maternais do Paris", "Os ‘ Jardins d’Enfants’ de Bruxelas", "Bases para um programa de escola infantil", "O método Decroly ou dos centros de interesse", em Relatórios das viagens de estudo dos bolseiros, Lisboa, Junta de Educação Nacional, 1933; pp. 71 – 186.
Irene do Céu Vieira Lisboa (relatora), "A contribuição do desenho para o ensino elementar sobre o Império colonial Português", em A formação do espírito colonial na escola primária portuguesa – Tese oficial apresentada pelos Serviços de Orientação Pedagógica da Direccao Geral do Ensino Primário, Lisboa, Imprensa Nacional, 1934; pp. 19–22.
Irene do Céu Vieira Lisboa (Inspectora-orientadora), "Prelecção realizada aos professores do distrito escolar de Coimbra, em 25 de Janeiro de 1934, e repetida aos de Beja, em 1 de Fevereiro", em Prelectores inaugurais, Direcção Geral do ensino Primário, Serviços de Orientação Pedagógica, Lisboa, Imprensa Nacional, 1935; pp. 124–137.
Manuel Soares (pseudónimo de I.L), Froebel e Montessori/ O trabalho manual na escola (duas conferencias pedagógicas), Lisboa, Cadernos da Seara Nova – Estudos Pedagógicos, 1937.
Manuel Soares, O primeiro ensino, I e II, Lisboa, Cadernos da Seara Nova – Estudos Pedagógicos, 1938.
Manuel Soares, A iniciação do cálculo, Cadernos da Seara Nova – Estudos Pedagógicos, 1940.
Irene Lisboa, A psicologia do desenho infantil (Palestra), Lisboa, seara Nova, 1942.
Irene Lisboa, Modernas tendências da educação, ilustrações da Ilda Moreira, Lisboa, Edições Cosmos – Biblioteca Cosmos n.º 21, 1942.
Irene Lisboa, Educação (Palestra), Lisboa, Seara Nova, 1944.
Irene Lisboa, Inquérito ao livro em Portugal – I, Editores e livreiros, Lisboa, Seara Nova, 1944.
Irene Lisboa, Inquérito ao livro em Portugal – II, Editores e livreiros, Lisboa, Seara Nova, 1946.

Fontes
http://pt.wikipedia.org/wiki/Irene_Lisboa
http://www.iil.pt/artigo.asp?id=3
http://www.cm-arruda.pt/CustomPages/ShowPage.aspx?pageid=b4b4d706-55e0-4f31-9b24-1c4c5be52b41
http://www.cm-arruda.pt/CustomPages/ShowPage.aspx?pageid=dfd25198-a48b-427a-8bc4-daf0a7783d2b



Sem comentários:

Enviar um comentário